Fluxo de automação de marketing é uma sequência de ações automatizadas que permite a uma empresa relacionar-se com seus leads. Além de dispensar a atenção de uma pessoa em tempo integral, a nutrição de leads traz escalabilidade à sua comunicação e mais assertividade nas vendas.

O que é um fluxo de automação de marketing na prática?

Um fluxo de automação de marketing começa com uma landing page ou página de captura.


Dica: conheça 15 estratégias para desenvolver uma landing page efetiva


Essa página traz uma oferta de valor, como o download de um e-book, por exemplo. Para ter acesso ao material rico, o visitante preenche um formulário com dados pessoais, como nome e e-mail.

Quando o visitante insere seus dados, essas informações são enviadas para uma plataforma de automação de marketing, como o Bulldesk, e dispara uma série de outras ações.

Geralmente, a primeira ação após o preenchimento de um formulário em uma landing page é o envio de um e-mail. Mas, também pode ser o envio de um SMS ou mensagem de WhatsApp, caso você tenha o número do telefone da pessoa.


Confira: 6 razões para a sua empresa usar WhatsApp Marketing


Há quem prefira, também, direcionar o visitante para uma outra página, que pode ser o blog da empresa ou uma loja virtual. Tudo depende da ação que você deseja que o seu lead faça na sequência.

Como montar seu fluxo de automação de marketing

O planejamento do fluxo de automação de marketing começa listando os passos que o seu lead (contato) deve dar para completar a jornada de compra dele. Por isso, é importante conhecer as personas do seu negócio.

De modo geral, a jornada de compra é composta por 4 etapas:

  • descoberta: nesta etapa, a pessoa descobre que tem um problema e passa a pesquisar sobre ele.
  • conscientização: conforme vai aprendendo sobre o problema que tem, a pessoa vai se conscientizando do que deve fazer para resolvê-lo.
  • consideração: ciente do que deve fazer, a pessoa passa a considerar possíveis fornecedores de soluções.
  • compra: finalmente, a pessoa se decide por uma empresa e realiza a compra.

Difícil de visualizar? Vamos colocar em termos práticos.

Imagine que André tem um notebook de cinco anos e que o equipamento não atende mais às necessidades de André.

O notebook trava muito, demora a carregar as séries da Netflix e já não possui memória suficiente para a quantidade de arquivos que ele tem.

A primeira reação de André é buscar na internet se tem uma maneira de melhorar o desempenho. Ou seja, ele está na etapa de descoberta do problema.

Com um pouco de pesquisa, ele descobre que não há muito o que fazer. É necessário comprar um notebook novo. Mas qual notebook é o mais recomendado para ele? É quando ele entra na etapa de conscientização.

Feitas várias pesquisas, ele encontra três modelos, de marcas diferentes, que atendem bem ao que ele precisa. Agora a questão é escolher entre essas três marcas. Esta é a etapa de consideração.

Lendo reviews e recomendações de outras pessoas, André opta pela marca B e realiza a compra. Jornada finalizada.

A ideia central do fluxo de automação de marketing é que você tenha ao menos um conteúdo para cada etapa da jornada de compra de André.

Esse conteúdo deve ter como objetivo ajudá-lo a solucionar o problema de forma rápida e assertiva, deixando-o satisfeito com a compra e agradecido à sua empresa por ter ajudado no processo.

Bateu a curiosidade para colocar a mão na massa? Crie sua conta grátis no Bulldesk e confira o passo a passo para criar seu primeiro fluxo de automação!