A automação de marketing tem sido considerada o santo graal das equipes de marketing. E não é para menos: com as ferramentas certas, é possível otimizar processos, eliminar burocracias, personalizar a comunicação com leads e clientes e obter resultados cada vez melhores.

Mas você saberia dizer que tipo de resultados suas campanhas de automação de marketing digital geram? Continue a leitura e saiba quais indicadores são essenciais para avaliar os resultados das suas campanhas de automação de marketing!

Taxa de abertura de e-mail

A taxa de abertura de e-mail é um forte indicador da saúde ou qualidade da sua base de contatos. Afinal, não basta ter milhões de pessoas registradas no software de automação se nenhuma delas chega a abrir suas mensagens.

Esse indicador também oferece bons insights sobre a qualidade do conteúdo que você compartilha, começando pelo título do e-mail. Títulos atraentes despertam o interesse e levam à abertura do e-mail. Títulos desinteressantes acabam na pasta de spam ou lixeira eletrônica.

Taxa de cliques

Sempre que você cria uma campanha de automação de marketing, pensa no próximo passo a ser dado pelo seu lead ou cliente, certo? Portanto, cada mensagem enviada deve conter um link para essa próxima etapa.

Nesse sentido, é essencial monitorar a taxa de cliques, isto é, quantas pessoas deram o próximo passo na jornada de compra. É dessa forma que você começa a coletar dados sobre os principais interesses da sua audiência e a personalizar, cada vez mais, a comunicação.

Se a sua taxa de cliques é baixa, significa que sua mensagem não foi boa o suficiente para instigar a curiosidade do lead ou cliente para seguir adiante. Consequentemente, você está perdendo a chance de conquistar uma venda no futuro.

Taxa de e-mails rejeitados

E-mails rejeitados são aqueles que não foram entregues ao destinatário. Os motivos para que isso aconteça podem ser vários, como endereço errado, e-mail excluído pelo usuário ou até mesmo filtros anti-spam usados pelo consumidor.

Assim como a taxa de abertura, esse indicador mostra a saúde da sua base de contatos e permite que sua equipe faça uma limpeza no banco de dados, ficando apenas com os e-mails válidos.

Desse modo, abre-se espaço para novos contatos e, claro, novas oportunidades de negócios.

Taxa de desengajamento

Sempre foi de bom tom criar campanhas de automação de marketing digital usando apenas o contato de quem aceitou receber comunicações da sua empresa. Entretanto, a partir de agosto de 2020, essa deve se tornar uma regra de ouro para quem atua no segmento, já que entra em vigor a LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados.

Mesmo que o usuário tenha dado o aceite para receber mensagens da sua empresa, pode acontecer de ele não querer mais recebê-las e atualizar suas preferências, cancelando o recebimento. Essa situação é chamada de “desengajamento”, porque o usuário deixou de estar engajado com a sua marca.

A taxa de desengajamento pode refletir várias questões, como:

  • segmentação de público falha, levando a conteúdos desalinhados com os objetivos dos seus leads e clientes;
  • conteúdo de má qualidade, que não agrega valor real à vida das pessoas;
  • excesso de envios, ocasionando uma “overdose” de e-mails na caixa de entrada do destinatário;
  • entre outros.

Se a sua taxa de desengajamento é muito alta, é essencial identificar a razão e eliminá-la o mais rápido possível. Para tanto, considere entrar em contato com as pessoas descadastradas das suas campanhas de automação e questioná-las quanto aos motivos que levaram a isso.

Retorno sobre o investimento (ROI)

A sigla ROI vem do termo Return on Investment ou Retorno Sobre o Investimento. Esse é o principal indicador de sucesso de uma campanha de automação de marketing, pois revela quanto sua empresa gera de receita a partir de cada campanha.

Digamos que, entre o pagamento de uma ferramenta de automação e as horas de trabalho de um funcionário, a empresa tenha investido R$ 1.000 em uma campanha. E que, a partir dessa campanha, foi gerado uma receita de R$ 5.000. Sendo assim, o cálculo do ROI será:

ROI = (Receita – gasto) / gasto

ROI = (5000 – 1000) / 1000

ROI = 4000 / 1000

ROI = 4

Para saber o valor em porcentagem, basta multiplicar o resultado final por 100 e você terá que o ROI da sua campanha foi de 400%.Quer avaliar suas campanhas de automação de marketing com mais facilidade? Conheça o Bulldesk!